Aquela colada de velcro

Colega, você só vai saber se tentar, não é verdade? Então conta pra sua parceira que você ainda não pegou o jeito, mas se quiser uma desculpa... Conta pra ela que tem medo de ficar com LER, rs. O melhor jeito é experimentar, tentar e descobrir, então vamos lá?
Antes de tudo, aviso que estas dicas eu aprendi pela vivência com as amigas lésbicas e as caminhoneiras que encontramos no boteco da esquina disputando queda de braço com os motoqueiros... E claro, nos trabalhos de cunho social feitos no presídio feminino. Nunca foram postas em prática por mim, mas do mesmo jeito, podem confiar.

Preliminares: Chega nela e faça muito carinho. Vá descobrindo os pontos mais sensíveis do corpo dela - já que o sexo entre as lésbicas é feito praticamente com toque - porque será importante mais para frente quando vocês começarem a bimbar. Brinque com as peitcholas dela, brinca de bexiga d'água mas jamais extrapole na brincadeira e fale 'hihi, sabia que sua auréola parece uma fatia de mortadela?' porque se sua namorada for do crime ou você vira ex, ou você morre. Aproveite muito bem as preliminares, pois elas podem fazer milagres mais para a frente.

Penetração: Acho que você - linda - já percebeu que não tem uma piroca linda, como nós gays, no meio das pernas. E você que está se descobrindo agora deve estar se perguntando 'se não tenho pau, como vou meter?'. Fácil: com os dedos. A dica é cursar aulas de piano, assim seus dedos virarão lenda, amiga. Ao colocar um dedo na pomboca linda da sua parceira, brinque com ele lá dentro, vale fingir que é uma caixa surpresa e que você tem que adivinhar o que está pegando. Só não puxa o útero dela pra fora, certo? Dessa modalidade de brincar com os dedos, surge outra um pouco que... Violenta. Chama-se fist fucking, ou seja: foder com o punho. É amiga, tem que ter coragem e determinação, mas não pense que irá doer, porque se pensar, vai. Pense que sei lá, você está num exame ginecológico e o seu médico tem dedos grossos. A dica quente é: quando estiver com a mão toda lá dentro, tente estalar os dedos, se tiver uma acústica boa, canta na perereca dela.

Oral: É amiga, agora é a hora de você mostrar que ficar chupando laranja e mexirica o dia todo deu resultado. Se você vai receber sexo oral, vale à pena dar um banho na periquita, porque né? Sua parceira não tem que se sentir numa feira de peixe com essa sua pomba cheirando à bacalhau. Lavou? Tá nova? Então OK. Quando você for receber oral, amiga, tente excitar a sua parceira, fazendo massagens no peito dela e demonstrando através de gemidos onde te dá mais prazer, para vocês se descobrirem. Agora se você for fazer, comece encaixando a cabeça no meio das pernas da sua amada. E vá descobrindo através dos gemidos dela, as áreas que você pode explorar mais, amiga.

Anal: Bom, agora você vai fazer a chuca colega, porque existem dois tipos de anal pra você. O de toque, onde você vai colocar os dedinhos ou quem sabe, dependendo da disponibilidade, a mão. Vale a dica de usar KY, que é um lubrificante, assim como nós gays, facilitando a penetração de qualquer membro, objeto ou legume. O outro tipo, é degustativo, amiga. Você vai cair de boca no bumbum lindo da sua namorada. É claro que pra isso acontecer vocês têm de estar bem limpinhas, a não ser que vocês curtam uma nojeira bem louca. Mas dependendo do que forem fazer, tem que haver confiança uma na outra e ambas tem que mostrar o que funciona e o que não funciona para a outra.

Por fim, podem usar acessórios, ou como eu chamo: Plugins. E nessa hora vale de tudo... Eu ia dizer aqui, quem sabe um pinto de borracha, mas lembrei que tem amiga que corre disso. Procurem sempre inovar e apimentar a relação, assim, cada vez que as duas forem pra boléia do caminhão, vai ser uma aventuda nova.

Usou as dicas? Funcionaram? Quer dar sugestões? contato@prazamiga.com

3 comentários:

Lulu Hipérbole! disse...

SIUAHSAUIHSAIUSAHUISAHASIUHASIUASHSAUIASHIUSAHSA

Pedaço de mortadela, e cantar na perereca dela fooooii um maximo!!!

Adorei, usarei essa tecnicas e dps te conto ;)

Dessa disse...

AAAAAAAAHAHAHAHAHAHAHA
estalar os dedos???
AOIAJDOAIDJSAOIDJADIOAJDOIADJAOSIDJA

Aline disse...

eu aprendi pela vivência com as amigas lésbicas e as caminhoneiras que encontramos no boteco da esquina disputando queda de braço com os motoqueiros... hahhaahhahahahahaahaahaa